MENU
INTERATIVOS
ESPECIAL
MENSAGENS
REDE



913 textos no portal.
5541 cadastrados na amizade.








Como surgiu a festa de Corpus Christi?
No Brasil, a festa de Corpus Christi chegou com os colonizadores portugueses e espanhis. Na poca colonial, a festa tinha uma conotao poltico-religiosa.





Natanael Rinaldi


O governo brasileiro extinguiu a proibio do trabalho em grande parte dos dias considerados santos pelos catlicos. Entretanto, um dos feriados religiosos que ainda permanece de p o dia em que se comemora a festa de Corpus Christi (expresso latina que significa "Corpo de Cristo"). A festa celebrada anualmente, mas no tem um dia fixo, ou seja, sua data mvel e deve sempre ocorrer numa quinta-feira aps o domingo da Santssima Trindade.

Na realidade, a observao da festa deveria ocorrer na quinta-feira da semana santa, o dia da ltima Ceia, mas foi transferida para outra data para que no fosse prejudicada por causa das celebraes em torno da cruz e da morte de Jesus Cristo, na sexta-feira santa.

ORIGEM DAS COMEMORAES

Tudo comeou com a religiosa Juliana de Cornellon, nascida na Blgica, em 1193. Segundo alegou, teve insistentes vises da Virgem Maria ordenando-lhe a realizao de uma grandiosa festa. Juliana (mais tarde Santa Juliana) afirmava que a festa seria instituda para honrar a presena real de Jesus na hstia, ou seja, o corpo mstico de Jesus na Santssima Eucaristia. Ainda quando era bispo, o papa Urbano IV teve conhecimento dessas vises e resolveu estendla Igreja Universal, o que ento j era uma verdadeira festa. Pela bula "Transituru do Mundo", publicada em 11 de agosto de 1264, Urbano IV a consagrou em todo o mundo, com uma finalidade trplice:

- Prestar as mais excelsas honras a Jesus Cristo

- Pedir perdo a Jesus Cristo pelos ultrajes cometidos pelos ateus

- Protestar contra as heresias dos que negavam a presena de Deus na hstia consagrada



NO BRASIL

No Brasil, a festa de Corpus Christi chegou com os colonizadores portugueses e espanhis. Na poca colonial, a festa tinha uma conotao poltico-religiosa. que dias antes das procisses, as cmaras municipais exigiam que as casas de moradia e de comrcio fossem enfeitadas com folhas e flores. Na poca, quando o Brasil ainda era uma colnia, participavam da procisso membros de todas as classes, incluindo os escravos, os leigos das ordens terceiras e os militares. Durante muitos anos, o entrosamento do povo com o governo, e vice-versa, foi praticamente completo. Um exemplo que comprova esse fato ocorreu em 16 de junho de 1808, quando D. Joo VI acompanhou a primeira procisso de Corpus Christi, realizada no Rio de Janeiro.

AS PROCISSES

O que marca a festa de Corpus Christi so as procisses, quando ocorrem as ornamentaes das ruas com tapetes feitos de vrios tipos de materiais, como papel, papelo, latinhas de bebidas, serragem colorida, isopor, etc. Desenhos so elaborados nessa ornamentao com as figuras de Jesus, do clice da Ceia e da Virgem Maria. Utilizam-se toneladas de materiais para formar os tapetes vistosos e admirados pelos que acompanham as procisses.

O MAIS IMPORTANTE

O momento mais solene da festividade de Corpus Christi quando o hostirio, onde esto depositadas as hstias ainda no consagradas, conduzido nas procisses por um lder da alta hierarquia catlica. No momento em que o hostirio passa, um silncio profundo observado por todos os presentes e, de uma extremidade a outra, tocasse a sineta que anuncia a passagem do cortejo. As reaes das pessoas so as mais variadas. Algumas se comovem ao extremo e choram, outras se ajoelham diante do hostirio. De ponto em ponto, h uma parada, quando, ento, se entoam cnticos tradicionais. Segundo a liderana romana, as ornamentaes so feitas para que o Corpo de Cristo possa passar por um local digno, para ser visto por todas as pessoas. Representa uma manifestao pblica da f na presena real de Jesus Cristo na Eucaristia.

EUCARISTIA

Ensinando sobre a Eucaristia, diz a Igreja Catlica: "A Eucaristia um Sacramento que, pela admirvel converso de toda a substncia do po no Corpo de Jesus Cristo, e de toda a substncia do vinho no seu precioso sangue, contm verdadeira, real e substancialmente o corpo, o sangue, a alma e a divindade do mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor, debaixo das espcies de po e de vinho, para ser nosso alimento espiritual".

Ensina, ainda, que na Eucaristia est o mesmo Jesus Cristo que se encontra no cu. Esclarece tambm que essa mudana, conhecida como transubstanciao, "ocorre no ato em que o sacerdote, na santa missa, pronuncia as palavras de consagrao: 'Isto o meu corpo; este o meu sangue'''.

O catecismo catlico traz uma pergunta com relao ao Sacramento da Eucaristia nos seguintes termos: "Deve-se adorar a Eucaristia?". E responde: "A Eucaristia deve ser adorada por todos, porque ela contm verdadeira, real e substancialmente o mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor".

O QUE DIZ A BBLIA?

Os catlicos procuram justificar a festa de Corpus Christi com a Bblia citando partes dela que supostamente do base para o dogma da Eucaristia. Os textos mais freqentemente usados so os de Mateus 26.26-29; Lucas 22.14-20 e Joo 6.53-56.

Essa doutrina contrria ao bom senso e ao testemunho dos sentidos: o bom senso no pode admitir que o po e o vinho oferecidos pelo Senhor aos seus discpulos na Ceia fossem a sua prpria carne e o seu prprio sangue, ao mesmo tempo em que permanecia em p diante deles vivo, em carne e osso. manifesto que Jesus, segundo seu costume, empregou uma linguagem simblica, que queria dizer: "Este po que parto representa o meu corpo que vai ser partido por vossos pecados; o vinho neste clice representa o meu sangue, que vai ser derramado para apagar os vossos pecados". No h ningum, de mediano bom senso, que compreenda no sentido literal estas expresses simblicas do Salvador. A razo humana no pode admitir tampouco o pensamento de que o corpo de Jesus, tal qual se encontra no cu (Lc 24.39-43; Fp 3.20-21), esteja nos elementos da Ceia.

Biblicamente, a Ceia uma ordenana e no uma Eucaristia; era empregado o po e no a hstia; um memorial, como se l em 1 Corntios 11.25,26, e sua simbologia est em conformidade com o mtodo de ensinamento do Senhor Jesus, que usou muitas palavras de forma figurada: "Eu sou a luz do mundo" (Jo 8.12); "Eu sou a porta" (Jo 10.9); "Eu sou a videira verdadeira" (Jo 15.1). Quando Jesus mencionou na ltima Ceia os elementos "po" e "vinho", no deu qualquer motivo para se crer na transubstanciao.

No se engane, adorar a Eucaristia tambm um ato de idolatria!



Adicionado em 21/09/2005 s 04:09:32 | Visto: 13879 vezes.


..:: LEIA TAMBM ::..

Comentrio dos visitantes.

Escrever comentrio - Ler todos comentrios

" PARABNS RAFAEL SEU TEXTO FOI BRILHANTE, MEDIANTE A PALAVRA O SENHOR, QUE DEUS O RECOMPENSE PELA OUSADIA DE LEVAR A PALAVRA GENUNA DO SENHOR JESUS. FUI MUITO ABENOADA. "
IASMIM FERREIRA

07/06/2012 - 10:37:16

" A Eucaristia um Sacramento que, pela admirvel converso de toda a substncia do po no Corpo de Jesus Cristo, e de toda a substncia do vinho no seu precioso sangue, contm verdadeira, real e substancialmente o corpo, o sangue, a alma e a divindade do mesmo Jesus Cristo Nosso Senhor, debaixo das espcies de po e de vinho, para ser nosso alimento espiritual "
RAFAEL MARCOS GARCIA

28/11/2011 - 11:22:13

" Natanael, espero q vc j tenha se convertido Igreja de Cristo. Se no, se vc ainda tem a ousadia de julgar Jesus pelos sentidos e pela razo, pode se confundir irmo... J ouviu falar no Milagre Eucarstico de Lanciano? Pesquise, converta-se a f catlica e descubra quem Jesus. "
Raphael Matos

23/06/2011 - 01:28:41

" Querida Maysa, at jesus chamou de fariseus e vboras os religiosos da poca que enganavam o povo, no devemos discutir doutrinas.... SER... MAS SIM PREGAR A VERDADE! O que engano vamos repudiar sim! JESUS AMOR, MAS SUA PALAVRA IR NOS JULGAR NO LTIMO DIA! Muitos diro anquele dia SENHOR, SENHOR, MAS JESUS LHES DIR, no vos conheo! VAMOS PREGAR A VERDADE!! fora religio e santos e batismos de crianas, festas a santos! UNICO SANTO NOSSO REI JESUS! "
Fernanda

22/06/2011 - 08:48:59





permitido reproduzir o contedo, desde que este no seja modificado e contenha link para www.icrvb.com

Produo e manuteno: Genesis Digital - www.genesisdigital.com.br | Patrocinador oficial: Igreja Crist Restaurando Vidas no Brasil

Importante: Poltica de Privacidade e Termo de responsabilidade