X

O caso de Yang Peiyi

A verdadeira beleza est na humildade.

A humildade precede a honra (Provrbios 15.33)

Yang Peiyi. Seu rosto no foi visto por mais de 90 mil pessoas ou por milhes de telespectadores de todo o mundo. As manchetes dos principais jornais chineses do ano de 2008 no estamparam sua foto na primeira pgina. Sua face gordinha e seus dentes levemente tortos no foram capa das revistas chinesas mais lidas daquele mesmo ano. Na verdade, pouco se sabe sobre ela. Sabemos somente que sua bela voz foi capaz de arrebatar os coraes de todos que acompanharam, maravilhados, a abertura dos Jogos Olmpicos, na China.

Yang foi a vencedora de um concurso que escolheria a criana perfeita para cantar na abertura dos Jogos. O conceito de perfeio, entretanto, mostrou-se relativo para os organizadores do evento. No lugar de Yang, uma outra menina, de nove anos, apenas dois anos mais velha que ela, fez sua apresentao. Magistral. Brilhante. Impecvel. Porm um nico detalhe faria toda a diferena: a voz que todos ouviram no lhe pertencia. Era a voz da pequena Yang.

O anjo sorridente, nome que recebeu Lin Miaoke aps sua belssima apresentao, ganhou notoriedade. Lin j possua certa fama em seu pas, por j ter feito alguns comerciais para televiso. Mas quando voc ganha um ttulo (e, por sinal, um ttulo lindo como anjo sorridente), o estrelato acaba sendo inevitvel.

Nada de holofotes para a pequena Yang Peiyi. Sem sesses de fotos ou horas sentadas na cadeira do maquiador. Seus cabelos no precisaram de um belo penteado. Suas unhas no foram pintadas, ou sua pele cuidada. Afinal, ela no iria ser o centro das atenes.

Sem luzes, flashes, ou espelhos por toda parte. Yang no queria isso. Yang no fez questo disso. Sua belssima voz foi capaz de ultrapassar os muros do preconceito e da falsa noo de beleza, discretamente presente no mundo oriental.

Nada de jantares com famosos ou distribuio de autgrafos na escola para Yang.

A propsito, quando perguntada por jornalistas acerca do ocorrido e sobre como estava se sentindo, Yang Peiyi apenas disse que se sentia feliz por ter sido a voz ouvida pela multido. Em outra ocasio, a pequena Yang disse ao jornal chins China Daily que no estava arrependida de ter emprestado a voz a Lin e que ficara feliz por ter participado da cerimnia.

Voc participou, Yang. Muito mais do que imagina.

A pequena Yang nos ensinou uma preciosa lio. A verdadeira beleza est na humildade. A beleza no est simplesmente nos olhos de quem v, mas na emoo de quem transmite o que verdadeiramente belo.

sempre bom agradecer pelas coisas importantes que a vida nos trs.

mais frases

Powered by Genesis Digital