X

Sinusite

O maior causador da sinusite a alergia

No toa fui escolhido para escrever este texto sobre sinusite que sempre apresenta um aumento de casos no inverno. H alguns dias, fui atingido pela doena que comumente confundida com uma gripe. Senti febre, dor de garganta, de cabea, espirros e tosse durante a noite. Passou-se o tempo, os sintomas diminuram e como qualquer gripado pensei estar curado. Fui trabalhar mas, apenas dois ou trs dias depois, os sintomas voltaram mais fortes que antes. A sensao agora era a de estar com a cabea mergulhada em um aqurio, quando falava com algum, parecia que minha prpria voz no saa. Com o nariz totalmente entupido tinha que desagradavelmente respirar pela boca, sentia dores abaixo dos olhos, os analgsicos que tomava no faziam efeito e s ento decidi procurar uma mdica. Ela fez numerosas perguntas, pediu um raio-X, olhou e diagnosticou: "voc est com sinusite".

"A sinusite acontece quando vrus, bactrias, fungos e principalmente processos alrgicos inflamam e obstruem espaos ocos existentes em alguns ossos do crnio denominados seios paranasais", afirma Joo Moreira, mdico do Instituto de Pesquisa Clnica Evandro Chagas (Ipec), da Fiocruz. Com vrias funes, como a de diminuir o peso da cabea, servir como caixa de ressonncia para a voz, eliminar secrees que lubrificam o aparelho respiratrio e ajudar a aquecer e umedecer o ar que entra pelo nariz, os seios esto revestidos por uma membrana mucosa que os protege e comunica com as vias areas. "A sinusite comea a se estabelecer quando uma alergia inflama essa membrana, tampando a sada do seio", explica Moreira. O bloqueio impede a renovao do ar e a eliminao das secrees que, acumulados dentro do seio, produzem dores intensas nas reas afetadas. Com o tempo, o muco l preso torna-se ideal para a multiplicao de microorganismos que geram outros problemas, pois as secrees que antes ajudavam a lubrificar o nariz e a garganta, agora infectadas, podem dirigir-se ao pulmo e motivar outras doenas, como a pneumonia.

Segundo Moreira, o maior causador da sinusite a alergia. "Principalmente nesta poca de inverno, pois o frio colabora para a dilatao dos vasos sangneos, que inchados fecham ainda mais as fossas nasais." Para o mdico, pouco adianta diagnosticar a sinusite se as origens no so conhecidas. Um indivduo que vive em um ambiente empoeirado, com muita umidade, mofo, sem sol, e com carpetes, tapetes, livros, cortinas e bichos de pelcia estar mais propenso aos seus efeitos. "Aparelhos de ar-condicionado e ventiladores sujos, fumaa de cigarro e drogas tambm colaboram, e muito, para desencadear a enfermidade", completa.

Apesar de a alergia ser a maior vil, a sinusite tambm pode ser produzida por outras doenas como gripes e resfriados ou ser conseqncia de molstias graves, como tuberculose ou Aids. "Alm disso, nem toda sinusite oriunda de inflamao nasal (chamadas de rinossinusites), elas tambm podem ser provocadas por problemas dentrios ou outras doenas que no afetam o sistema respiratrio", completa Moreira afirmando tambm que mulheres grvidas esto mais expostas, pois produzem hormnios que incham as mucosas.

Geralmente, os sintomas so dores de cabea, nariz entupido, febre, sensao de mau cheiro ao respirar, catarro escorrendo pela garganta e pelo nariz (principalmente ao se deitar ou abaixar a cabea), dor facial e voz fanha. "A sinusite alrgica muitas vezes confundida com uma gripe comum, da o indivduo se automedica com antibiticos e pode piorar o quadro". Para Moreira, somente um mdico pode verdadeiramente diagnosticar a doena. Partidrio de tratamentos brandos, como a lavagem nasal com soro fisiolgico sob presso (uso de conta-gotas), ele evita, ao mximo, receitar medicamentos a seus pacientes. "Remdios de nada adiantaro se o doente no eliminar as causas, como limpar o meio em que vive", conclui.

A infelicidade tem isto de bom: faz-nos conhecer os verdadeiros amigos.

mais frases

Powered by Genesis Digital